Ciclo de Colóquios sobre Estudos Locais

Durante o ano lectivo 2003 / 2004

Das 08.00h às 10.30h

Nas Escolas Básicas do Concelho

 

 

1ª Temática

As quintas históricas do concelho do Seixal e seus distintos proprietários

- Os religiosos que aqui possuíam terras: Espatários, Carmelitas, Dominicanos, Jerónimos de Belém, Trinos, Paulistas e Jesuítas;

- Os príncipes e as princesas que viveram em Amora: da Infanta D. Maria Francisca Benedita ao Infante D. Augusto;

- Os grandes fidalgos que foram proprietários na região: de D. Nuno Álvares Pereira a Pedro Eanes Lobato, passando pelos Gamas Lobo;

- Outras casas e títulos nobiliários associados às antigas quintas: Condes de Portalegre, Condes d`Aveiras, Condes d`Atalaia, Condes da Ericeira, Condes de Vila Nova, Marquês do Louriçal ou Viscondessa de Reboredo.

 

Calendário:

24 de Setembro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº1 de Amora

1 de Outubro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº2 de Amora

8 de Outubro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº3 de Amora

15 de Outubro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº4 de Amora

 

 

2ª Temática

Aves e mamíferos do concelho do Seixal; a sua biodiversidade no presente e no passado

- A avifauna relativa aos sapais e outras zonas húmidas do município; da garça real aos flamingos, passando pelas cegonhas;

- Mamíferos que já habitaram ou ainda habitam as nossas matas; do “lendário” urso à actual raposa;

- Breve historial das actividades cinegéticas praticadas nestas paragens, ao longo dos tempos;

- A criação de gado, sua importância na prática da lavoura e nos transportes de tracção animal até meados do séc. XX.

 

Calendário:

22 de Outubro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº5 de Amora

29 de Outubro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº1 do Fogueteiro

5 de Novembro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº2 do Fogueteiro

12 de Novembro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº3 do Fogueteiro

 

 

3ª Temática

Algumas das mais antigas fábricas do concelho do Seixal. A industrialização do município no séc. XIX

- A indústria moageira; dos moinhos de maré e de vento às moagens mecânicas;

- A pregaria, a cordoaria e a polearia, pequenas indústrias associadas à tradicional construção naval;

- As velhas indústrias do sabão e dos cortumes da quinta dos Franceses e de Dona Maria;

- A fábrica das garrafas de vidro em Amora;

- A Companhia dos Lanifícios em Arrentela;

- A produção da pólvora negra em Vale de Milhaços

 

Calendário:

19 de Novembro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº4 do Fogueteiro

26 de Novembro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº1 dos Foros de Amora

3 de Dezembro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº2 dos Foros de Amora

10 de Dezembro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº3 dos Foros de Amora

 

 

4ª Temática

Seixal um concelho agrícola até meados do Séc. XX

- A vinha e o vinho, uma cultura por excelência;

- Dos velhos olivais, aos tradicionais lagares de azeite;

- As eiras, as terras de pão e os cereais mais cultivados;

- A orizicultura praticada nos brejos do Judeu e da Palmeira até ao séc. XIX;

- As hortas que abasteciam os mercados de Lisboa e os sistemas de rega a elas associados; poços, aquedutos, tanques e condutas;

- Os pomares que davam das melhores frutas para abastecimento do mercado nacional e estrangeiro;

 

Calendário:

17 de Dezembro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº1 de Arrentela

7 de Janeiro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº2 de Arrentela

14 de Janeiro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº1 da Torre da Marinha

21 de Janeiro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº2 da Torre da Marinha

 

 

5ª Temática

Caracterização geológica da área metropolitana de Lisboa e em particular do território relativo ao concelho do Seixal

- A paleogeografia desta região nos tempos Jurássicos e Cenozóicos;

- As grandes transgressões marinhas; quando as serras de Sintra e Arrábida se tornaram ilhas;

- Breves estudos paleontológicos; dos dinossauros aos mastodontes;

- A tectónica e o vulcanismo local na época Eocénica;

- A paleoecologia Pliocénica e a caracterização do Pré-Tejo.

 

Calendário:

28 de Janeiro

Escola Básica do 1º Ciclo de Pinhal de Frades

4 de Fevereiro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº1 de Corroios

11 de Fevereiro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº2 de Corroios

25 de Fevereiro

Escola Básica do 1º Ciclo Nº3 de Corroios

 

 

6ª Temática

Seixal, um concelho com tradição no culto da árvore. As principais indústrias concelhias associadas à silvicultura

- A primeira Festa da Árvore realizada no nosso país, Seixal 27 de Maio de 1907;

- Os antigos roçadores do mato responsáveis pelo aquecimento dos fornos;

- Os velhos carvoeiros e resineiros da freguesia de Fernão Ferro;

- A construção de barcos em madeira; referências aos tradicionais estaleiros navais;

- A antiga exportação de toros de pinho para Inglaterra e as actuais serrações;

- Na Socidestilda, em Paio Pires, a destilação de óleos de eucalipto e de essências de plantas aromáticas;

- Breve historial da indústria corticeira no município do Seixal.

 

Calendário:

3 de Março

Escola Básica do 1º Ciclo Nº4 de Corroios

16 de Março

Escola Básica do 1º Ciclo Nº5 de Corroios

7 de Abril

Escola Básica do 1º Ciclo Nº1 de Miratejo

14 de Abril

Escola Básica do 1º Ciclo Nº2 de Miratejo

 

 

7ª Temática

Os sapais do concelho do Seixal, sua importância e ligação às actividades praticadas na zona ribeirinha.

- As plantas dos salgados, sua biodiversidade e utilização;

- O sapal como “nurseri” para muitas espécies marinhas;

- Bivalves, gastrópodes, poliquetas e crustáceos existentes nos sapais do concelho do Seixal;

- Breves referências aos peixes e pescarias nos esteiros do Tejo;

- As antigas fábricas de conservas de pescado e as secas do bacalhau;

- Moinhos de maré, lagos de maré, marinhas de sal e viveiros de peixe, estruturas relacionadas com a geomorfologia ribeirinha;

- A contribuição do tratamento das águas residuais para a melhoria das condições de habitabilidade nos ecossistemas.

 

Calendário:

21 de Abril

Escola Básica do 1º Ciclo Nº1 de Vale de Milhaços

28 de Abril

Escola Básica do 1º Ciclo Nº2 de Vale de Milhaços

5 de Maio

Escola Básica do 1º Ciclo Nº1 de Fernão Ferro

12 de Maio

Escola Básica do 1º Ciclo Nº2 de Fernão Ferro

 

 

8ª Temática

Principais recursos geológicos do concelho do Seixal; sua utilização e interesse económico ao longo dos tempos

- Os seixos, já utilizados pelo homem no Paleolítico Inferior;

- As antigas explorações auríferas; de Vale de Gatos à Adiça;

- As areias e o antigo fabrico de garrafas de vidro na Amora;

- As argilas; da olaria romana às cerâmicas actuais;

- As rochas da região utilizadas na construção dos edifícios;

- As rochas carbonatadas queimadas nos antigos fornos de cal;

- Do minério de ferro ao aço, na siderurgia nacional;

- As captações de àgua para abastecimento público; dos velhos poços e aguadeiros ao engarrafamento das águas Selda;

 

Calendário:

26 de Maio

Escola Básica do 1º Ciclo Nº1 de Paio Pires

1 de Junho

Escola Básica do 1º Ciclo Nº2 de Paio Pires

9 de Junho

Escola Básica do 1º Ciclo Nº1 do Seixal

16 de Junho

Escola Básica do 1º Ciclo Nº2 do Seixal